loader image
Primeiros Passos
CONFIRA TODAS AS FORMAS DE AGIR
1 2 3 4
5 6 7 8
9 10    
Crise climática

Talvez você não saiba, mas a indústria de refrigeração, tão essencial nos dias de hoje, é bastante poluente, sendo responsável por cerca de 10% das emissões globais de CO₂. Além de consumirem quantidade significativa de energia, geladeiras, freezers e aparelhos de ar-condicionado contêm produtos químicos que auxiliam no processo de resfriamento, como os HFCs, HCFCs e HFC-134-a, gases com alto potencial de efeito estufa.

E, de acordo com estudos, não devemos vivenciar uma redução no uso desses aparelhos, e sim um crescimento: estima-se que o número de aparelhos de refrigeração aumente de 3,6 bilhões para 9,5 bilhões até 2050, mundialmente.

Nós, consumidores, podemos fazer a nossa parte para diminuir o impacto negativo gerado por esses aparelhos por meio dos produtos que compramos, do uso que fazemos deles e da maneira como os descartamos. O descarte, aliás, merece muita atenção, pois cerca de 90% das emissões da refrigeração ocorrem no fim da vida útil do aparelho.

COMO COMEÇAR

Pesquise sobre os eletrodomésticos: se você pensa em trocar sua geladeira, freezer ou ar-condicionado, busque opções menos prejudiciais ao meio ambiente. Gradualmente, os fabricantes estão recorrendo a produtos químicos favoráveis ao clima, como refrigerantes naturais, que possuem potencial de aquecimento global relativamente baixo ou até zero. Verifique também a eficiência energética desses aparelhos por meio de selos, pois o ideal é um aparelho que reduz os impactos ambientais e o próprio consumo durante o seu uso.

Faça a manutenção dos seus aparelhos: com o passar do tempo, gases refrigerantes podem vazar de eletrodomésticos danificados. Sistemas de ar-condicionado de veículos também estão sujeitos a tais vazamentos, então é fundamental realizar inspeções periódicas e manter a manutenção deles em dia.
Descarte corretamente os eletrodomésticos: geladeiras, freezers e aparelhos de ar-condicionado, que emitem mais GEE ao fim de sua vida útil, devem ser descartados em locais adequados, onde esses gases e compostos danosos sejam retirados por processos apropriados, evitando vazamentos e possíveis danos ao meio ambiente. Entre em contato com o fabricante para fazer o descarte correto ou se informe sobre o ponto de coleta mais próximo de sua residência.
ENTRE NO CLIMA
WebContinental

o site fornece 8 dicas para manter a geladeira funcionando corretamente, estender sua vida útil e, consequentemente, poupar dinheiro e energia. Entre as dicas está a de não remover o excesso de gelo com objetos pontiagudos que podem furar a tubulação de gás, causando prejuízos para você e o meio ambiente.

DW

O vídeo (9 min, em inglês) apresenta os gases refrigerantes e onde são encontrados, além de ensinar as maneiras corretas de descartar geladeiras.

Ecycle

O site possui uma ferramenta de busca de locais para o descarte adequado de uma infinidade de resíduos, entre eles, geladeiras e aparelhos de ar-condicionado.

Recicla Sampa
O site também indica pontos de coleta de diversos eletrodomésticos, mas só da capital paulista.
E-book Primeiros Passos: Crise Climática
Um e-book com informações extras sobre a relação entre escolhas mais sustentáveis e o combate à crise climática. Para ler, se inspirar e compartilhar.
Quero baixar
Por favor, preencha os dados para baixar o seu e-book.